quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Jóias Por Robalos




Por amor de Deus...

Foi um puro engano...

A mulher julgou que as jóias eram robalos.

Emigração Radical

versão  pós-moderna,  inconformista  e
radical, da passagem da fronteira a salto

Por muito que se queira passar a quadra natalícia na observância de um espírito cristão, há sempre um marmanjola que nos vem tentar...

Atão não é que uma das luminárias nacionais, de seu nome Avelino de Jesus, se lembrou de vir debitar umas ideias de pasmar sobre a emigração?

Passo a citar:




Se quiserem adoptar também uma atitude radical e ler o resto, é só clicar no texto.

Curiosamente, o selecto autor, que tem estado ligado toda a sua vida a faculdades de gestão e economia, não se lembrou de esmiuçar as razões que nos trouxeram a esta situação, baralha necessidade e ambição, confunde incentivar com apoiar e não parece sofrer de grande desconforto.

É um radical inconformado.

Infelizmente, não consta que vá emigrar.


sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

O Sobreiro E A Bananeira




Olha, olha...

Vá lá...

Depois de tanta conversa de vivermos acima das nossas possibilidades e da falta de produtividade, ou do excesso de feriados e das ditas poucas horas de trabalho e de nos acusarem de dormir à sombra dela, ainda julguei que fossem escolher como símbolo a bananeira...

E olhem que isto se anda a parecer muito com uma república das bananas...

E de bananas.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Mais Uma


Desta vez não é do mesmo sítio, é de Bruxelas.

RUA III



A bem da verdade, o homem tem razão e não recomenda nada que ele próprio não tenha feito.

Depois de se ter candidatado à liderança do PSD e ter perdido, inviabilizando um empregozito como primeiro-ministro, lá teve que voltar lá para fora a lutar pela vida.

A única diferença é que, como pessoa avisada que é, ele emigrou ainda antes de ter perdido o empregozito de primeira solução, já estando na segunda solução previamente à primeira.

Ou seja...

Antes de o ser já o era e continua a ser, tendo-se prevenido para não deixar de o ser.

RUA II


E até porque com a criação duma agência, sempre se evitava que as pessoas que para lá fossem tivessem que emigrar.

RUA


terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Seis Sexy Meses




Em finais de 2008, caiu o Carmo e a Trindade, quando a  Manuela botou faladura e se perguntou, se "não seria bom haver seis meses sem democracia", para pôr "tudo na ordem".

A "velha", como simpaticamente lhe chamava a rapaziada anteriormente revoltada com as campanhas negras, perdeu as eleições legislativas e, logo após, foi substituída na liderança das suas hostes pelo Coelho, que perdeu o concurso Sexy 20 Platina, do Correio da Manhã, mas venceu no partido.

Embora tivesse perdido o concurso, o jovem láparo ganhou de novo, nas legislativas seguintes e parece determinado em resgatar a ideia da sua antecessora, em edição revista e aumentada. Entre atropelos vários, cortes ilegais de vencimentos, aumentos descarados e a eito, eliminação de feriados, aumento das horas de trabalho, alienações de património público, atribuições escandalosas de subsídios e, para fechar com chave de ouro, convites aos indígenas para que se ponham a mexer, bazem e lhe desamparem a loja, já lá vão os tais seis meses... Mas parece que estão muitos mais a caminho.

Volta Manuela, tás perdoada.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Assuntos Para Lamentares


O ministro dos Assuntos Para Lamentares, Miguel Relvas, afirma orgulho nos portugueses que foram para Moçambique.

Já eu, em relação a muitos que por cá ficaram, o dito cujo  incluído, não sinto nenhum.


Mala De Cartão




Parece-me bem.

Até porque, se formos honestos e objectivos, é uma prática comum entre os políticos:

- o Guterres emigrou para as Nações Unidas;

- o Durão Barroso emigrou para a Europa;

- o Sócrates emigrou para França;

- o Dias Loureiro emigrou para Cabo Verde;

- a Fátima Felgueiras esteve emigrada no Brasil...

A lista é infindável.

Interrogo-me para onde emigrará o futuro ex-primeiro-ministro.

Talvez para a Austrália. Ouvi dizer que há por lá muito coelho e tem a vantagem de ficar nos antípodas.


domingo, 18 de dezembro de 2011

What's Up Doc?


O Governo reuniu hoje.

Tentou reflectir, talvez se tenha esforçado, não deve ter suado, dada a temperatura e o facto de não se ter usado gravata e lá definiu os quatro principais pilares das reformas estruturais a realizar em 2012, com o objectivo de combater a praga do desemprego.

Reuniram-se informalmente, ou seja, como já disse, sem gravata. O que quer dizer que no ministério de Cristas, não há nada formal posto que anda tudo sem gravata (como não é usual as senhoras usarem gravata, não faço ideia do que deixam de usar qunado pretendem ser informais).

Os quatro pilares de combate ao desemprego são: reforço da concorrência e da competitividade, articulação entre Estado e economia, valorização do capital humano e confiança.

Ora aqui está um programa de medidas concretas e palpáveis. É mais ou menos o equivalente a dizer que todos devemos ser bonzinhos, ajudar as velhinhas a atravessar a estrada e não roubar ou espancar ninguém. Fica bem. Não resolve nada, mas ninguém nos pode acusar de não querer resolver. Se as maldades persistirem, velhinhas forem rasteiradas na passadeira e transeuntes assaltados ou agredidos, a culpa não é nossa, é dos outros.

Apesar de tudo, o nosso (t'arrenego) primeiro sempre vai adiantando algumas iniciativas mais pragmáticas, por exemplo, emigrar. Afinal, é uma actividade de tradição no nosso país e sempre pode dizer que contribui para a preservação de algum património, cultural porque quanto ao material, estamos falados.

E reuniram-se a um domingo para isto...

Na próxima vez que se sintam tentados a outra do género, vão ao futebol, por muito mal que lá se portem e vociferem, sempre insultam menos pessoas.

Frase Da Semana




Pedro Nuno Santos, vice-presidente do grupo parlamentar do PS


Ou seja...

Se forem do Norte, ponham-se finos e não paguem aos boches.

Se forem do Sul, ponham-se imperiais e invadam a Alemanha.

Mai nada.



sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

É Uma Injustiça


Morreu Carlo Peroni, um dos criadores de Calimero, o pinto que passa a vida a queixar-se de ser vítima de perseguição.

Por cá também há criadores com pinta, os pintos é que nem por isso.



sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Mais Uma


Do mesmo sítio.

Aquela fraga coberta de musgo, que parece ter dois olhos, ali no lado direito, vela por um dos meus locais preferidos.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Ignoramus Et Ignorabimus



O Álvaro

Que não é Cunhal...

Nem comunista...

Julga que é ministro...

Mas...

Não percebe nada disto.


A ignorância, para não lhe chamar outra coisa, que muito provavelmente é, do Álvaro é assustadoramente confrangedora.

É colega daquele que andava de Mota e se passeia agora num Audi A7 de 86000 €. E se diz ministro da Solidariedade.

É colega daquele ministro e daquele secretário de Estado que recebiam um subsídio de alojamento de cerca de 1150 € por mês, apesar de terem casa em Lisboa.

É colega daquela luminária que acha que em Portugal o salário mínimo até nem é realmente baixo.

Porreiro pá.


sábado, 3 de dezembro de 2011

TAP

(fase preparatória do estudo do anteprojecto
da eventual futura companhia aérea nacional)

"TAP eleita melhor companhia aérea da Europa. Companhia portuguesa levou a melhor sobre 30 outras companhias."

Vai daí...

"Primeira revisão do resgate português pela 'troika' diz que a TAP é para tentar vender ainda este ano."

Não será possível fazer antes uma quermesse e rifar estes manguelas?

Pigs In Space




2012?!

Portugueses, concidadãos e amigos, já lá estamos há um buereré de tempo.