domingo, 29 de maio de 2011

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Política Do Pé-Descalço


Actualmente tudo o que seja apresentado em números, gráficos e quejandos, goza de uma (in)questionável pseudo-cientificidade.
A coisa é tanto mais grave quanto tudo e o seu contrário pode ser justificado pelos sacrossantos números.
Portanto… talvez… digo eu… sei lá… não sejam os números assim tão sacrossantos.
A propósito disso, das próximas eleições e da crise que nos assola, recordei-me desta velha história…
Uma fábrica de calçado, com a intenção de expandir as vendas, decidiu exportar para determinado país, para onde enviou dois vendedores que verificassem o potencial do mercado e calculassem um eventual volume de vendas.
Aos dois foram dadas as mesmas instruções, exigindo o envio de um relatório ao fim da primeira semana.
Um deles, completamente abatido, escreveu em tom descrente:
“Devem suspender os planos de expansão e rever os investimentos neste país. Por aqui não vamos vender nada porque ninguém quer usar sapatos, andam todos descalços.”
O outro, ao contrário do primeiro, escreveu eufórico:
"Devem ampliar os planos de investimento neste país. Podem contratar mais funcionários e aumentar a produção. Vamos vender como nunca, porque aqui ainda ninguém usa sapatos, andam todos descalços.”
Ou seja... reticências e pausa dramática... os números eram os mesmos, a decisão era política.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Está Aí Alguém?


Satélites  a cerca de 700 quilómetros da órbita da Terra, utilizando um sistema de raios infravermelhos, captaram imagens de pirâmides escondidas debaixo de terra.

A pedido do trasgo, sondaram também o crânio dos candidatos a primeiro-ministro.

Não foi encontrado qualquer vestígio digno de nota. 

segunda-feira, 23 de maio de 2011

A Vida É Difícil

Praça do Giraldo, Évora

Quatro dezenas de imigrantes asiáticos e uma centena de africanos, foram apoiar Sócrates a Évora.

Pagaram-lhes o autocarro e a comida.

Alguns mal falam português.

Muitos não podem sequer votar.

Espero, mas duvido, que Sócrates se tenha apercebido de como a vida é difícil para muitas pessoas.




domingo, 22 de maio de 2011

FMI


Começou hoje a campanha eleitoral... oficialmente. É que, na verdade, já andamos nisto há bué.

Como o FMI é questão incontornável nos discursos, o trasgo publicita a imagem acima como contributo para o esclarecimento da população.

terça-feira, 17 de maio de 2011

O Porreiropá

Pássaro Dodó
(do português arcaico doudo)

Num país à beira-mar plantado vive o Porreiropá.
O Porreiropá é um defensor do investimento público.
O Porreiropá é um defensor das privatizações.
O Porreiropá é um defensor do papel do Estado na sociedade.
O Porreiropá é um defensor da livre iniciativa privada.
O Porreiropá é um defensor do Estado Social.
O Porreiropá é um defensor dos cortes nas prestações sociais.
O Porreiropá é um defensor da impossibilidade de governar com o FMI.
O Porreiropá é um defensor de governar com bons acordos com o FMI.
O Porreiropá é um defensor de governos de um único partido.
O Porreiropá é um defensor de governos de coligação entre partidos.
Oh pá, isto não me está a parecer nada porreiro pá.



sábado, 14 de maio de 2011

Idade Média


Recebido no mail, com indicação de autor desconhecido, mas certamente arguto:

“Na última semana beatificámos um papa,

casámos um príncipe,

fizemos uma cruzada e matámos um mouro.

Bem-vindos à Idade Média!”

terça-feira, 10 de maio de 2011

A Sério?




O outro Zé já nem dinheiro para a bica tinha.

Ora, isso não é porreiro pá.

E é que ele nem tem a mais vaga ideia de como isto possa ter acontecido.

Debates Ma Non Troppo


Ontem foi com o gajo dos submarinos e aquele dos afundanços (não, não tem nada a ver com basquetebol, é mesmo tipo afogamento com a dívida ao pescoço); o momento alto, altinho vá, era para ser protagonizado por uma capita vazia, mas a coisa não correu de feição.

Hoje foi com o bacoco e o bem-intencionado.

Mal m'aguento de antecipação pelos próximos.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Crónicas De Nárnia



Corre por aí que,  fotos do número televisivo do Zé no intervalo do Barcelona - Real Madrid (como aliás de outras actuações), só feitas pelo fotógrafo oficial do seu gabinete.

Ainda não vi nenhum desmentido.

E a coisa até me parece bem.

Os jornais e demais podem já começar a poupar nos salários dos fotógrafos, essa cambada de paparazzi.

Evita-se que o público se confunda.

Não nascem dúvidas perniciosas e subversivas sobre a verdadeira perspectiva e natureza das coisas.

Enfim, vivemos todos mais descansados.

Não é verdade?

terça-feira, 3 de maio de 2011

Pacote


O primeiro-ministro do governo de gestão, que não tinha competência para pedir ajuda externa, mas que pediu ajuda externa e até negociou a ajuda externa, veio hoje anunciar as medidas de ajuda externa que não vão ser tomadas, após a negociação da ajuda externa que não tinha competência para pedir, mas que, de qualquer modo, pediu e negociou.

Ficámos a saber que as medidas que constava que iam ser tomadas, afinal não vão ser tomadas, porque serão tomadas outras medidas que não se ficou a saber quais são, mas que não serão as que que constava que iam ser.

Felizmente, teve a argúcia suficiente para vir anunciar o que não vai ser anunciado, no intervalo do jogo de futebol, anunciando que o anúncio do anúncio do pacote que está para ser anunciado, será oportunamente anunciado.

Foi muito atencioso.

O empacotar segue dentro de momentos...

Primavera


Em Trás-os-Montes, claro.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

O Teatro Da Morte


A imagem que documentava a morte de Osama Bin Laden foi denunciada como comprovadamente falsa.

O que dizer da própria notícia e do secretismo que a envolve?