quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Jingóbel


Há dias em que não se pode sair de casa e outros em que se lamenta andar a navegar na net. Estes, são aqueles em que se encontram inanidades como esta:


Se a estupidez pagasse imposto, infelizmente deve ser das raríssimas coisas que ainda não paga, é até remunerada, este imbecil andava todo carimbadinho.

Semelhante ao chavismo? Aquele do Maduro que antecipou o Natal um mês?

Oh amigo, salvo seja, t'arrenego satanás, então quer mais chavismo do que o deste governo?


Estes, foram mais além da troika e agora vão mais além do chavismo, não antecipam o Natal um mês, Natal é o ano inteiro.

Ou seja, Natal é quando um homem quiser, neste caso, é sempre, é permanente, é como a estupidez bronca de alguns.

Um grande jingóbel para si, seu maduro, bem no meio da testa (estou certo de que o vazio dessa cabeça lhe permitirá amortecer a pancada, amolgando e voltando prestes à sua forma original).


Sem comentários:

Publicar um comentário